Últimas notícias do evento

As taxas ideais de colesterol

Postado em

Quase metade da população enfrenta problemas com esse conhecido vilão, sempre associado a infartos e derrames quando está em excesso. Mas a grande verdade é que sem o colesterol a gente não sobreviveria. Ele é essencial ao organismo, pois desempenha funções vitais, serve de matéria-prima para a produção de hormônios, do ácido biliar que regula a digestão e da vitamina D, e entra na construção de membranas celulares. E essas são apenas algumas de suas nobres funções. Então o jeito é manter suas taxas no devido lugar.
colesterol
Apesar de conhecido como gordura, quimicamente ele é um álcool. A confusão tem razão de ser: de fato o colesterol se comporta como um lipídeo pois só circula acoplado a moléculas chamadas de lipoproteínas – que, como o próprio nome diz, estão cheias de lipídeos e proteínas. Conforme a carga de colesterol que elas carregam, elas podem ser de dois tipos: LDL, conhecido como mau colesterol, ou HDL, o famoso bom colesterol.

Os valores considerados ideais no sangue dependem dos fatores de risco da pessoa:

Adultos saudáveis:
· Colesterol total até 200 mg/dl
· LDL menor que 160
· HDL acima de 40 (mulheres devem ter essa taxa acima de 50)

Quem tem mais de dois fatores de risco (fumo, hipertensão, histórico familiar, obesidade):
· LDL abaixo de 130
· HDL acima de 45 (mulheres acima de 50)

Pessoas com doenças coronarianas ou diabete:
· LDL menor que 100
· HDL maior que 45 (mulheres acima de 50)

*Os médicos ainda não chegaram a um novo consenso, mas a tendência é que essa gente deva manter as taxas de LDL ainda mais baixas, em torno de 70.

O colesterol das crianças

Nos últimos anos tem aumentado, e muito, o número de crianças com altos níveis de colesterol. A culpa aqui é da alimentação dos pequenos, cada vez mais rica em comidas industrializadas e fast-food. O risco para essa turminha é enorme: quanto mais tempo esse vilão perambula pelo sangue, mais estragos é capaz de fazer. E atenção: o valor ideal para os pequenos é diferente dos adultos. Para eles, um colesterol total de 170 já é alto demais.

Chá verde

Postado em

chá-verdeO chá verde é ótimo para o organismo. Seus benefícios são inúmeros, e vão desde a beleza da pele até a saúde do coração.

A erva facilita a absorção dos nutrientes dos alimentos e a eliminação de substâncias indesejáveis, tais como agrotóxicos.

O chá verde é extraído da planta Camellia sinensis e é famoso por possuir alta concentração de antioxidantes. No chá verde também encontramos alta concentração de caroteno e vitaminas C e E, substâncias que atuam no rejuvenescimento do organismo. Durante o processamento, as folhas da erva sofrem pouca oxidação e retêm a sua cor original, por isso o nome ‘chá verde’.

O chá verde é rico em manganês, potássio, ácido fólico e vitaminas (B1, B2, C, E, K).

O chá verde também é rico em tanino — que diminui a taxa de LDL (colesterol ruim) e fortalece as artérias e veias, favorecendo a prevenção de doenças cardíacas e circulatórias. Possui bioflavonóides e catequinas, substâncias que previnem as alterações celulares que dão origem aos tumores.

Benefícios do chá verde

O chá verde contém alta concentração de antioxidantes, carotenos, minerais e vitaminas. Essas substâncias possuem efeitos protetores ao nosso organismo. Portanto, o chá verde garante vários benefícios à nossa saúde, prevenindo contra diversos problemas de saúde:

Câncer: Os polifenóis do chá verde atuam contra a enzima quinol-oxidase; enzima esta que estimula o crescimento de células cancerosas no intestino, esôfago, pulmões, mama e pele. Os polifenóis também ajudam a proteger as células saudáveis.

Doenças cardíacas: O princípio ativo do chá reduz o risco da adesão de placas de gordura aos vasos sangüíneos, ajudando a prevenir a arteriosclerose. Também tem efeito anticoagulante.

Acne: O chá verde ajuda a repelir as bactérias que causam as espinhas e reduz a inflamação. Também diminui as chances de pele seca, coceira e alergias por contato.

Depressão imunológica: Uma das substâncias presentes no chá, a etilemina, amplia a capacidade de certos integrantes do sistema das células imunológicas.

Alergia respiratória: Os polifenóis bloqueiam os receptores celulares envolvidos na resposta aos estímulos alergênicos que desencadeiam as reações típicas das renites.

Obesidade: O chá verde acelera o metabolismo, facilitando a queima da gordura corporal.

Colesterol alto: Seus compostos reforçam as artérias, diminuem as taxas de colesterol ruim e bloqueiam o acúmulo de gordura nas paredes dos vasos sanguíneos.

Envelhecimento precoce: Por ser rico em flavonóides— substâncias antioxidantes que ajudam a neutralizar os radicais livres — o chá verde atua combatendo o envelhecimento precoce. Além disso, a erva é rica em tanino, substância com propriedades anti-séptica e adstringente. Por isso, a planta é indicada também para limpar e equilibrar peles oleosas.